Acusados de integrar organização criminosa em Ilha Solteira são condenados

Acusados de integrar organização criminosa em Ilha Solteira são condenados
Sentença impôs penas que vão de três a 17 anos de prisão em regime fechado
0Shares

REDAÇÃO – A Justiça de Ilha Solteira, há cerca de 100 quilômetros de Auriflama, condenou 20 pessoas acusadas de integrar organização criminosa e tráfico de drogas na região.

Curta o Diário Noroeste no Facebook

Os acusados, que são integrantes de uma facção criminosa, receberam sentença condenatória com penas que vão de três a 17 anos de prisão em regime fechado.

A denúncia processual foram formalizadas após investigações do Gaeco (Grupo de Autuação Especial de Combate ao Crime Organizado).

Continua depois da publicidade

Para o Ministério Público, ao embasar as acusações, restou comprovado a forte atuação de integrantes e simpatizantes da organização criminosa no tráfico de drogas e crimes contra o patrimônio.

Siga o Diário Noroeste no Instagram

Nas investigações, que contaram com interceptações das comunicações telefônicas, tanto o Gaeco quanto o MP concluíram que os 20 acusados formaram uma estrutura criminosa organizada e hierarquizada.

Veja também:

Leia mais notícias da região em Diário Noroeste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *