CDHU abre inscrições para sorteio de casas na região

CDHU abre inscrições para sorteio de casas na região

A Secretaria de Estado da Habitação, por meio da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), abre entre a partir desta quinta-feira, dia 30, as inscrições para participação do sorteio de 517 unidades do Programa Nossa Casa-CDHU, em oito cidades das regiões administrativas de São José do Rio Preto e Araçatuba.

Acompanhe mais notícias curtindo o Diário Noroeste no Facebook

As inscrições devem ser realizadas por meio de aplicativo de celular e pelo site da CDHU. O prazo termina em 3 de fevereiro.

Na região de Rio Preto, os empreendimentos serão construídos em:
– Turmalina (26 unidades)
– Santa Fé do Sul (52)
– Rubineia (60)

Para a região de Araçatuba, serão contempladas as cidades de:
– Castilho (128 unidades)
– Nova Independência (30)

Para concorrer ao sorteio das casas, o pretendente deve fazer sua inscrição sempre por meio do aplicativo Kaizala, disponível gratuitamente nas lojas App Store e Play Store, ou pelo site www.cdhu.sp.gov.br.

A seleção dos beneficiados será feita por sorteios públicos classificatórios. Só poderá se candidatar a um imóvel quem estiver morando ou trabalhando na cidade que receberá o empreendimento e não pode ter sido beneficiado por nenhum programa habitacional. Outra exigência do programa é que o candidato esteja com o nome limpo, ou seja, sem nenhuma restrição de crédito para obter o financiamento ofertado pelas regras da Caixa Econômica Federal. Também não poderá possuir pendência com a Receita Federal.

Os imóveis vão atender famílias com renda entre 1,5 e 5 salários mínimos. A Secretaria de Habitação concederá subsídios de até R$ 40 mil, conforme a renda das famílias. Será possível contar ainda com subsídios federais e utilizar o FGTS no financiamento habitacional. Desta forma, o valor das prestações ficará compatível com a capacidade de pagamento das famílias.

Os empreendimentos serão viabilizados pela modalidade Nossa Casa-CDHU, que prevê na primeira etapa a construção de 11 mil moradias em 113 cidades em parceria com a Caixa Econômica Federal. Nesta modalidade, os terrenos são ofertados pelos municípios e a construção das moradias é realizada com recursos da Caixa e da Secretaria da Habitação, por intermédio da Agência Paulista. A CDHU já fez o credenciamento de empresas para a execução de 7.278 unidades da primeira etapa.

“É um momento muito importante do Programa Nossa Casa, lançado no ano passado. A abertura dessas inscrições vai possibilitar à população carente o acesso a mais uma forma atendimento. Essas são as primeiras das 7.278 unidades já credenciadas e contempla a modalidade Nossa Casa – CDHU. Neste ano, o programa será ampliado ainda mais com o desenvolvimento da outra modalidade, que é o Nossa Casa – Preço Social”, afirmou o secretário de Estado da Habitação, Flavio Amary.

Inscrição

O interessado em concorrer a um dos imóveis deverá acessar o site da CDHU (cdhu.sp.gov.br) e clicar no banner das inscrições. Em seguida, deve escolher o empreendimento da cidade onde estiverem abertas as inscrições. O candidato precisa prestar bem atenção, pois só poderá se inscrever no empreendimento do município em que mora ou trabalha.

Quem for realizar a inscrição via celular deve inserir o número de celular e será redirecionado para instalar o aplicativo Kaizala, que é gratuito e está disponível para Android e Iphone. Uma vez instalado, o interessado será incluído no grupo da CDHU e poderá efetivar a inscrição.

Para aqueles que preferirem fazer a inscrição no próprio site e só clicar em “Prefiro inscrever-me pelo site”, ao invés de incluir o número do celular. Na sequência, selecionar opção “Inscrição” e seguir as orientações. Será enviado o código de acesso por SMS ou ao e-mail informado e o interessado deve validar o código para abrir e preencher o formulário.

Ao concluir o processo, os candidatos receberão o número da inscrição pelo app e pelo e-mail informado. Será válida somente uma inscrição por família. Aqueles que participaram de outros sorteios da CDHU no município e não foram contemplados agora podem fazer nova inscrição pelo aplicativo de celular ou pela internet.

Fique por dentro de tudo seguindo o Diário Noroeste no Instagram

O diretor de Atendimento Habitacional da CDHU, Marcelo Hercolin, lembra que após o sorteio é feito um rigoroso processo de verificação das informações. “Não é porque a pessoa foi sorteada que automaticamente ela receberá a casa. Após o sorteio é feito o trabalho de habilitação, que é uma fiscalização rigorosa das pessoas que foram sorteadas, para garantir que quem vai receber essas casas faça parte da população que mais precisa”, afirma.

Leia mais notícias da região em Diário Noroeste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *