Em SP, prefeita intensifica pedido para início das obras das casas do CDHU

Em SP, prefeita intensifica pedido para início das obras das casas do CDHU
Acompanhada do deputado estadual Itamar Borges (MDB), Katia Morita se reuniu com Secretário de Habitação, Flávio Amary
86Shares

REDAÇÃO

redacao@diarionoroeste.com.br

O sonho da casa própria é a inspiração de muitos pais e mães de família, que lutam dia-a-dia para conquistá-lo. Pensando nisso, a prefeita Katia Morita (MDB) se reuniu na tarde desta terça-feira, dia 11, com o secretário Habitação, Flávio Amary, para pedir urgência no início das obras.

Curta o Diário Noroeste no Facebook

A reunião foi agendada pelo deputado estadual Itamar Borges (MDB), que participou do encontro para ratificar o pedido da chefe do Executivo auriflamense.

“Viemos apresentar esta demanda da comunidade ao CDHU e esperamos que em pouco tempo as obras tenham início”.

declarou a prefeita.

Ainda segundo Katia Morita, seu papel, como chefe do Executivo, é acompanhar passo-a-passo as etapas e pedir a urgência no início das obras.

“Quem me conhece sabe da minha preocupação em ajudar as pessoas a realizarem o sonho da casa própria, é por isso que vou lutar incansavelmente para ajudá-los nesta realização”, ressalta.

Previsão e mudanças

No início de abril, em vídeo divulgado nas redes sociais, a prefeita Katia Morita anunciou que, conforme previsão da CDHU, as obras devem iniciar no mês de julho deste ano.

Ainda segundo ela, agora a Caixa Econômica Federal não será mais a financiadora dos empreendimentos Auriflama F e Auriflama G. “Diferente do que foi assinado, agora a CDHU é quem vai garantir recursos para a construção. Com isso, o contemplado terá 0% de juros e pagará parcelas pequenas, que cabem no bolso”, explica.

Ainda segundo o anunciado, a CDHU não exigirá que o mutuário tenha seja empregado em carteira assinada para comprovar renda. “A Companhia exigirá uma simples declaração e assim comprovará a renda do beneficiado”, completa Adalto Conceição.

Relembre

O processo para viabilizar a construção das casas teve início em 2013, quando a ex-prefeita Ivanilde Rodrigues (sem partido) adquiriu uma área de seis alqueires próxima ao Portal das Paineiras que, posteriormente, foi doada à Secretaria de Habitação.

Muito noticiada pela imprensa local na época, a conquista era resultado da articulação política da ex-prefeita com o então secretário de Habitação Silvio Torres. Paralelo à doação do local, a Prefeitura Municipal deu início aos trâmites burocráticos junto aos órgãos de engenharia do Governo do Estado, além da Sabesp e Cetesb.

Em maio de 2016, em evento no Palácio dos Bandeirantes, a ex-prefeita assinou, ao lado do então governador Geraldo Alckmin (PSDB), o convênio para a construção das 170 habitações, enquanto em dezembro do mesmo ano, ela formalizou a doação da área para a construção das outras 130 habitações, cujo convênio foi assinado em 2019 pelo ex-prefeito Otávio Wedekin (PSDB).

Siga o Diário Noroeste no Instagram

Já no ano passado, a Companhia realizou o sorteio e definiu os 300 contemplados com as unidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *