Operação da PF desarticula organização criminosa que atuava em frigorífico da região

Operação da PF desarticula organização criminosa que atuava em frigorífico da região
Auditora fiscal do Ministério da Agricultura será afastada do cargo após ação da polícia
0Shares

REDAÇÃO

redacao@diarionoroeste.com.br

A Polícia Federal deflagrou nesta segunda-feira (31) a Operaçao Inopino para desarticular uma organização suspeita de praticar diversos crimes envolvendo um frigorífico de Presidente Prudente (SP). De acordo com a PF, cerca de 50 mandados de prisão e sete mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos na cidade.

Curta o Diário Noroeste no Facebook

Os investigados são suspeitos de cometer crimes sanitários, de corrupção, estelionato e falsidade documental. As investigações da PF começaram em 2018.

De acordo com as provas, uma auditora fiscal federal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento teria recebido valores e vantagens para facilitar a comercialização de carnes que descumpriam as normas do setor.

Continua depois da publicidade

Segundo as investigações, o frigorífico trocava as embalagens das carnes comercializadas, além de adulterar datas de vencimento e relatórios de pesagem. Tudo com o aval da servidora, que será afastada do cargo por determinação judicial.

Siga o Diário Noroeste no Instagram

Uma entrevista coletiva dará detalhes da operação nesta segunda-feira (31). O número de pessoas presas ainda não foi informado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *