Para evitar acidentes, vereador quer que Prefeitura fiscalize marquises

Para evitar acidentes, vereador quer que Prefeitura fiscalize marquises


Durante a sessão ordinária da Câmara Municipal de Pereira Barreto, realizada na última segunda-feira, dia 25, o vereador Sandro Henrique dos Santos, o Irmão Sandro (PTB), apresentou a indicação nº 205, onde sugere que a Prefeitura Municipal fiscalize as marquises e sacadas dos prédios comerciais da cidade.

De acordo com ele, o intuito desta solicitação para fiscalização é alertar os   proprietários sobre a importância da manutenção das estruturas das marquises e sacadas, como forma de evitar a ocorrência de acidentes futuros.

Ele entende que os órgãos públicos devam se adiantar ao problema, se antecipando e realizando uma ampla fiscalização nas marquises dos prédios da cidade, inclusive muitas marquises dos prédios da cidade já possuem mais de 40 anos de existência.

“É preciso avaliar as condições dessas estruturas, sendo que diversos munícipes nos procuraram e manifestaram preocupação com a situação de algumas marquises localizadas, especialmente, no centro da cidade, relatando casos de infiltrações e até, rachaduras”, explica.

Leia também:

– Defesa Civil alerta para chuva intensa e ventos
– Estado corta imposta da indústria calçadista

Ainda segundo o vereador, a depreciação destas construções fica evidenciada, de forma mais clara, nos dias de chuva. A iniciativa de fiscalização poderia evitar problemas futuros ou mesmo acidentes, como já aconteceu em outros municípios. Inclusive é comum ouvirmos relatos de acidentes fatais devido a queda de marquises.

Queda de marquise mata jovem em Penápolis

A ideia de Irmão Sandro é evitar com que tragédias como a que ocorreu em Penápolis, no último sábado, dia 23, se repita em Pereira Barreto.

Na oportunidade, a marquise de um shopping caiu sobre pedestres e acabou vitimando uma balconista de 18 anos.

Leia mais notícias da região em Diário Noroeste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *