Pico da pandemia de coronavírus na região será em agosto

Pico da pandemia de coronavírus na região será em agosto
Projeção de 5 mil casos é feita por meio de modelos matemáticos
182Shares

REGIONAL PRESS – O pico da pandemia de covid-19 na região de Araçatuba deverá ser em nove de agosto, segundo cálculos matemáticos baseados na chamada “Curva de Gauss, que permite projetar o avanço da epidemia. A previsão é que os 40 municípios da região devem chegar aos 5 mil casos de infecção pelo novo coronavírus na data prevista.

Curta o Diário Noroeste no Facebook

Até a segunda-feira (22), os 40 municípios da região tinham 988 casos de covid-19 e 48 óbitos. A taxa de ocupação de leitos de enfermaria era de 25,50 e a de UTI era de 43,30%. Araçatuba tem o maior número de casos, com 480 pacientes infectados e 14 óbitos.

O modelo matemático, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, é uma projeção baseada em variáveis. Como essas variáveis se alteram, o máximo esperado é de 81 casos positivos por dia na região, o que na data de nove de agosto chegará ao pico de cinco mil casos.

O cálculo é refeito a cada 14 dias, para atualizar a situação de contágio do novo coronavírus. Na sabatina realizada pela Câmara Municipal na segunda-feira (22), a secretária municipal de Saúde, Carmem Guariente, disse que, anteriormente, os gestores locais lidavam com o pico no meio de agosto.

“Isso nos preocupa porque agora as projeções são para o pico no início do mês”, afirmou, aos vereadores. Segundo ela, os modelos matemáticos são acompanhados para nortear as ações de saúde. “No início, nossa transmissão foi lenta, mas agora percebemos o avanço da epidemia”.

Tendo como base as projeções, segundo a Secretaria Município, é possível afirmar que o sistema de saúde terá condições de atender a população com segurança.

Siga o Diário Noroeste no Instagram

Após atingir o ápice da epidemia, a expectativa é de que a curva caia, com a diminuição no número de casos.

Leia mais notícias da região em Diário Noroeste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *