Polícia apura se operador de empilhadeira colocou paletes sobre colega; funcionário morreu após ser achado ferido

Polícia apura se operador de empilhadeira colocou paletes sobre colega; funcionário morreu após ser achado ferido
Caso foi registrado na manhã de sexta-feira (19), em Andradina (SP). Thainã Teixeira foi socorrido e encaminhado para um hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na madrugada de sábado (20).
14Shares

REDAÇÃO

[email protected]

A Polícia Civil investiga a morte do jovem de 20 anos que foi encontrado ferido entre paletes de madeira. O caso foi registrado dentro de uma empresa de embalagens, na manhã de sexta-feira (19), em Andradina (SP).

Curta o Diário Noroeste no Facebook

Thainã Teixeira foi socorrido e encaminhado para a Santa Casa. Ele recebeu atendimento médico na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas não resistiu aos ferimentos e morreu na madrugada de sábado (20).

Segundo Tadeu Aparecido Carvalho Coelho, delegado responsável pelo caso, a Polícia Civil trabalha com duas hipóteses para esclarecer a morte do jovem.

“É possível que a vítima estivesse dormindo sobre dois paletes. Sem perceber que o jovem estava deitado, um operador de empilhadeira pode ter colocado outros sete paletes em cima dele. Mas também trabalhamos com a possibilidade de ter ocorrido um homicídio”, contou ao G1.

Continua depois da publicidade

De acordo com o delegado, uma funcionária chegou para trabalhar na manhã de sexta-feira e encontrou o jovem prensado entre os paletes.

“A mulher viu as botas do Thainã e pediu ajuda. Os funcionários retiraram os objetos e pediram socorro. Nós colhemos o depoimento de diversos funcionários. Mas, por enquanto, não conseguimos localizar quem poderia estar operando a empilhadeira”, afirmou.

O corpo de Thainã foi enterrado na tarde de sábado, no Cemitério São Sebastião, em Andradina, município onde morava com a família.

Siga o Diário Noroeste no Instagram

Em nota enviada ao G1, a empresa Citroplast de Andradina informou que, ao tomar conhecimento do ocorrido, determinou que fosse aberto um procedimento interno para apuração dos fatos e, tendo estranhado a forma com que ocorreu a situação, bem como o cenário, também determinou que fosse solicitada uma investigação pela Polícia Civil.

Leia mais notícias da região em Diário Noroeste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *