Imprimir Postagem
Polícia investiga pastor evangélico suspeito de beijar e assediar enteada

A Polícia Civil abriu inquérito para investigar um pastor evangélico, de 45 anos, suspeito de beijar e assediar a enteada, de 14, em Ilha Solteira (SP). As investigações começaram nesta segunda-feira (17).

A delegada responsável pelas investigações, Carolina Tucunduva, informou à TV TEM que o suspeito foi flagrado pela esposa dele comentendo o crime contra a adolescente enquanto ela dormia na sala da casa da família.

Ao ver a situação, a mulher gritou e disse que iria acionar a Polícia Militar. Em seguida o pastor fugiu do local.

Ainda de acordo com a polícia, o investigado vivia com a mãe da vítima há cerca de nove anos e ambos tiveram um filho juntos. Em depoimento, a adolescente confirmou que sofria abusos há anos e disse que já tinha relatado os fatos a mãe, mas a mesma não acreditava na situação.

A ocorrência, registrada como estupro de vulnerável, está sendo investigada na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) do município. O suspeito não foi localizado.

Comentários

Indique para um amigo

Use este formulário para indicar esta postagem para um amigo.

 Digite o texto no campo abaixo.
Categorias

    Mais notícias